Information

All information page results

Collection

All collection results
Outdated Browser Detected

Our website has detected that you are using an outdated browser. Using your current browser will prevent you from accessing features on our website. An upgrade is not required, but is strongly recommended to improve your browsing experience on our website.

Close

Exibições


Vizinhos
Retratos 1400-1700

7 de setembro de 2017 – 14 janeiro de 2018. Na Holanda do Sul (a atual Bélgica), a arte de pintar retratos entrou em pleno florescimento durante o período de 1400 a 1700. Durante estes três séculos, a nobreza e os cidadãos mais ricos foram imortalizados pelos melhores artistas flamengos do seu tempo. Estes retratos continuam a ser extremamente impressionantes devido à forma em que as características faciais, assim como a personalidade dos elementos representadas, foram colocados em tinta. Durante o outono de 2017, Mauritshuis contará a história da arte retratista flamenga usando uma seleção dos melhores retratos flamengos do Museu Real de Belas Artes da Antuérpia (KMSKA). Seguem-se os principais trabalhos de Rogier van der Weyden, Hans Memling, Pieter Pourbus, Peter Paul Rubens e Anthony van Dyck. Estes retratos serão aqui apresentados pela primeira vez, juntamente com complementos da coleção Mauritshuis e um retrato de Jacob Jordaens do Rijksmuseum. Notavelmente, quase todos aqueles retratados podem ser identificados. É por este motivo que a exibição não só realçará aquilo que torna os retratos flamengos tão especiais, como também realçará aqueles que se deixaram retratar e a forma como quiseram ser retratados. A exibição apenas poderá ser vista no Mauritshuis, e é uma colaboração com o Museu Real de Belas Artes da Antuérpia (KMSKA), que se encontra fechado até 2019 devido a melhoramentos.

Share this page