Informatie

Alle informatie pagina resultaten

Collectie

Alle collectie resultaten
Verouderde browser

We zien dat je een verouderde browser hebt. Het kan zijn dat deze site daardoor niet goed weergegeven wordt. We adviseren je om je browser te updaten, indien mogelijk, naar de laatste versie.

Sluiten

Exibições


O Mauritshuis e a galeria Prince William V estão fechados devido a ações do governo contra o vírus Corona.


O Mauritshuis é o lar dos melhores quadros holandeses da Era de Ouro. A coleção compacta e reconhecida mundialmente localiza-se em um prédio do século XVIII no coração da Haia. Obras primas, como Moça com o Brinco de Pérola de Vermeer, A Lição de Anatomia do Dr. Tulp de Rembrandt, O Pintassilgo de Fabritius e O Touro de Potter estão em exibição permanente nas salas privadas do museu deste monumento do século XVII.


George Stubbs Whistlejacket George Stubbs, Whistlejacket, c.1762. The National Gallery, Londres.

 

George Stubbs

20 de fevereiro – 1 de junho de 2020 - George Stubbs (1724-1806) é um dos artistas mais importantes de Inglaterra do século XVIII. Nos Países Baixos, no entanto, é praticamente desconhecido. Stubbs representa uma estreia na Mauritshuis – nunca foi dedicada uma exposição nos Países Baixos a este importante artista. O extraordinário destaque da exposição é a obra-prima em tamanho natural de Whistlejacket da National Gallery de Londres. Através de treze telas, dez desenhos anatômicos e o esqueleto original do cavalo de corrida mais famoso do mundo Eclipse, a Mauritshuis retrata como Stubbs se desenvolveu se tornando em um dos principais pintores de cavalos no Reino Unido.

A Mauritshuis organiza a exposição conjuntamente com a MK Gallery em Milton Keynes (Reino Unido). A exposição estará patente aí de 11 de outubro de 2019 a 26 de janeiro de 2020 com o título George Stubbs: ‘all done from Nature’.

 


Conservação na MauritshuisDetalhe da tela de Frans Hals, Retrato de Aletta Olycan, 1625, durante o restauro.

Conservação na Mauritshuis

2 de julho - 25 de outubro de 2020 – A maioria das pessoas não estão conscientizadas de que a Mauritshuis acolhe seu próprio estúdio interno de conservação no sótão do edifício. Para manter a qualidade da coleção, nossa equipe de conservadores se reúne diariamente para trabalhos de conservação, restauro e pesquisa de materiais. Em 2020, faz exatamente 25 anos que transferimos o estúdio para nosso sótão. Um momento oportuno para destacar alguns dos mais intrigantes restauros das últimas duas décadas, incluindo telas de Rembrandt, Vermeer, Hals, Steen e Rubens, assim como de alguns artistas menos conhecidos como Cornelis de Heem e Jacob Ochtervelt. O restauro de telas centenárias apela definitivamente à imaginação. Que tipo de coisas devemos considerar? O que podemos aprender com um restauro? Qual o aspecto das telas ‘antes’ e ‘depois’? E quais são algumas das mais extraordinárias descobertas?


Jan Brueghel, o Jovem, Alegoria do Olfato Jan Brueghel, o Jovem, Alegoria do Olfato, c. 1630. Coleção privada

O olfato e a imaginação no século XVII

26 de novembro - 5 de abril de 2021 – Uma exposição sobre odores e aromas no século XVII. O odor das flores e perfumes, o cheiro nauseabundo dos canais e o cheiro desagradável dos odores corporais, o odor e o bem-estar, os novos aromas das terras distantes (especiarias, tabaco, café e chá), os cheiros desparecidos dos campos de branqueamento, velhos ofícios e muito mais. Será possível capturar os aromas da vida do século XVII? Como são os aromas (e o olfato) atualmente retratados? Que sentido atribuíam as pessoas ao olfato? E será que os trabalhos artísticos têm conotações aromáticas específicas? Nesta exposição, a Mauritshuis estará estudando o passado numa perspectiva olfativa. Iremos preparar uma variedade de aromas históricos relacionados com a arte e insuflar nova vida nas telas em exposição.


JJacobus Vrel, Mulher junto à janela acenando para uma menina  Jacobus Vrel, Mulher junto à janela acenando para uma menina c. 1650. Paris, Fondation Custodia. Frits Lugt Collection

Jacobus Vrel

20 de maio - 9 de agosto de 2021 – Até agora, o artista Jacobus Vrel tem mantido uma aura de mistério. Não sabemos quase nada sobre este pintor, nem mesmo onde viveu ou trabalhou. Vrel pintou cerca de 50 telas entre 1650 e 1670, a maior parte delas retratando cenas do cotidiano e tarefas da casa. Seu estilo um tanto ingênuo, seu uso atmosférico da luz, bem como seu uso curioso da perspectiva emprestam a suas telas um encanto muito próprio. Pela primeira vez, 25 dos melhores trabalhos de Vrel foram reunidos, oferecendo uma visão única deste mestre, muitas vezes comparado com Johannes Vermeer. Os trabalhos emprestados vêm de várias coleções holandesas e internacionais.


Jacob van Ruisdael, Visão de Haarlem com campos de branqueamento Jacob van Ruisdael, Visão de Haarlem com campos de branqueamento, c. 1670-1675

A paisagem holandesa

30 de janeiro de 2021 - 9 de setembro de 2022 - 2021 será um ano temático especial, sob o lema Ode à paisagem. Ao longo do ano, vários museus e instituições culturais irão prestar especial atenção ao nosso campo e zonas naturais. A Mauritshuis possui uma importante coleção de paisagens holandesas do século XVII com trabalhos de artistas como Jacob van Ruisdael, Meindert Hobbema, Jan van Goyen e Frans Post. Esta apresentação as apresenta numa variedade de novas e muitas vezes surpreendentes perspectivas. Por exemplo, a exposição irá colocar questões como ‘O que nos podem dizer estas telas sobre as ideias das pessoas sobre a paisagem na época?’ e ‘Como influenciaram os pintores nossa atual imagem da Holanda?’


Jan Davidsz. de Heem, Vaso de flores Jan Davidsz. de Heem, Vaso de flores, c. 1670

Flores

Primavera de 2022 – A Real Galeria de Pinturas da Mauritshuis irá celebrar seu segundo centenário como museu em 2022. E o calendário do ano contará ainda com outra edição da exposição e festival de flores Floriade de renome mundial. Mais uma razão para a Mauritshuis encher suas salas com flores para o evento. A exposição especial Flores apresenta algumas das mais belas naturezas mortas de flores do século XVII.

Deel deze pagina